De um escritor escrevente: “O amor de Pedro por João”

Maria Iraci Cardoso Tuzzin, Pedro Brum Santos

Resumo


O romance O amor de Pedro por João publicado no Brasil, em 1982, e escrito durante o exílio do escritor brasileiro Tabajara Ruas (1942) é analisado a partir da relação escritor/escrita. Tal correspondência é discutida por um viés que inclui as anotações de pesquisadores, como Avelar, Silverman e Santiago, entre outros. A observação da forma, do estilo e das temáticas empregadas pelo artista aponta para a complexidade de questões referentes à profissão “escritor” em um contexto histórico pleno de cerceamento de liberdades situado entre os anos 1960 e 1980. Além disso, suscita reflexões sobre procedimentos literários experimentais em um meio social em que se ampliaram o grau e o controle da informação, apontando, deste modo, ligações entre a Literatura e a História.


Palavras-chave


Literatura; Ficção; Experimentalismo; Ditadura

Texto completo:

PDF

Referências


AVELAR, I. Alegorias da derrota. Editora da UFMG: Belo Horizonte, 2003.

CANDIDO, A. A educação pela noite & outros ensaios. São Paulo: Ática, 1987.

COMPAGNON, A. O demônio da teoria. Editora UFMG: Belo Horizonte, 1999.

RUAS, T. O amor de Pedro por João. Editora Leitura XXI, Porto Alegre, 2014.

SANTIAGO, S. Vale quanto pesa. Editora Paz e Terra: Rio de Janeiro, 1982.

_______. Nas malhas da letra. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

SILVERMAN, M. Protesto e o novo romance brasileiro. Editora da UFRGS: Porto Alegre, 1995.

SÜSSEKIND, F. Literatura e vida literária. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2004.

ZILBERMAN, R. A terra em que nasceste; imagens do Brasil na literatura. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 1994.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Caletroscópio - Revista do Programa de Pós-graduação em Letras: Estudos da Linguagem da Universidade Federal de Ouro Preto

ISSN (on-line): 2318-4574  - Qualis CAPES: B2


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional