“A matéria e a tarefa da linguística” em Ferdinand de Saussure: da decodificação à tradução

Gilmar Martins de Freitas Fernandes

Resumo


Haja vista a notoriedade e relevância dos três Cursos de Linguística Geral (CLG) ministrados por Ferdinand de Saussure, Charles Bally (1865-1947) e Albert Sechehaye (1870-1946) tomaram para si a difícil tarefa de tornar as ideias do linguista conhecidas por meio de um livro. A reconstituição que culminou no CLG apresenta uma interpretação das anotações dos alunos do curso e, também, de anotações pessoais de Saussure. Posteriormente à publicação do CLG, emergiu outra dificuldade: a de traduzir as ideias, conceitos e teorias do linguista em outras línguas. Neste artigo, portanto, objetiva-se analisar e discutir sobre a tradução do capítulo II do CLG, tendo em vista os desdobramentos que as traduções para as línguas inglesa e portuguesa podem ter sobre a compreensão e interpretação das teorias de Ferdinand de Saussure.


Palavras-chave


Curso de Linguística Geral; Tradução; Interpretação

Texto completo:

PDF

Referências


ALTMAN, C. Sobre Mitos e História: a visão retrospectiva de Saussure nos três Cursos de Linguística Geral. In: FIORIN, J. L.; FLORES, V. do N.; BARBISAN, L. B. (Org.) Saussure: a invenção da Linguística. São Paulo: Contexto, 2013.

BARTHES, R. A morte do autor. In: _______. O rumor da língua. Trad. Mário Laranjeira. São Paulo: Martins Fonte, 2004, p. 57 - 64. Disponível em: . Acesso em: 29/03/2016.

BRUM-DE-PAULA, M. R.; ESPINAR, G. S. Coleta, transcrição e análise de produções orais. In: BRUM-DE-PAULA, M. R.; SCHERER, A. E.; PARAENSE, S. C. L. (Orgs.). Letras, n. 21. Santa Maria: PPGL Editores, p. 1-13, 2002. Disponível em: . Acesso em: 10/04/2016.

CAMBRIDGE. Dictionaries online. Disponível em: . Acesso em: 26 mar. 2016.

CHANDLER, D. The Sapir-Whorf Hypothesis. In The Act of Writing (Adaptação) Aberystwyth, University of Wales, 1994. Disponível em: . Acesso em: 29/03/ 2016.

DALBEN, T. P. S. Tradução e construção de identidades sociais: desconstruindo para descolonizar. In. ARROJO, R. (org.). O signo desconstruído: implicações para a tradução, a leitura e o ensino. Campinas/SP: Pontes, 1992, p. 76 - 88.

DICIO. Dicionário online de português. Disponível em: . Acesso em: 26 mar. 2016.

DRIVER, G. Introduction to the Old Testament of the New English Bible. Oxford: Oxford University Press and Cambridge University Press, 1970. Disponível em: . Acesso em: 29/03/2016.

FERNANDES, G. M. F.; FREITAS, D. M. O Google Tradutor E Suas Funções: Ressignificando A Ferramenta Para Tradução. Artefactum – Revista de Estudos em Linguagem e Tecnologia, n. 2, 2015. Disponível em: . Acesso em: 30/03/ 2016.

FIORIN, J. L. Modalização: da língua ao discurso. Alfa (ILCSE/UNESP), São Paulo, v. 44, p. 171-192, 2002.

FIORIN, J. L.; FLORES, V. N.; BARBISAN, L. B. Por que ainda ler Saussure? In: _______. Saussure: a invenção da Linguística. São Paulo: Contexto, 2013.

GOOGLE TRADUTOR. Tradutor online. Disponível em: . Acesso em: 26 mar. 2016.

JAKOBSON, R. On Linguistic Aspects of Translation, en Brower, Reuben A. (Ed.). On Translation. Oxford: Oxford University Press, 1966/1959, p. 113-118. Disponível em: . Acesso em: 29 mar. 2016.

LAROUSSE. Dictionnaires de français. Disponível em: . Acesso em: 26 mar. 2016.

LIMA, T. R. S. Os problemas de tradução no Curso de Linguística Geral. In: SILEL, 2011, Uberlândia. Anais do SILEL, 2011. v. 2.

_______. Linguagem, língua e fala: da escrita à tradução. In: LOPES, C.; LIMA, M. H. (Org.). Diálogos: Saussure e os estudos linguísticos contemporâneos. 1ed.Natal: EDUFRN, 2015, v. 2, p. 485-502.

MICHAELIS. Dicionário online. Disponível em: . Acesso em: 26 mar. 2016.

MUNDAY, J. Introducing Translation Studies: Theories and Applications.

London and New York: Routledge, 1st. edition, 2001.

MOLLINOVÁ, E. Les traductions et les oeuvres basées sur Cours de linguistique générale. 2013. 67f. Trabalho de Conclusão de Curso (Mémoire de licence). Faculté des Lettres, Université Palacky à Olomouc. Olomouc, 2013. Disponível em: . Acesso em: 28 nov. 2016.

PASQUALINI, B. Langue e language: o dilema dos tradutores do CLG em inglês. Revista Translation, v. 1, p. 1-10, 2012. Disponível em: . Acesso em: 29 mar. 2016.

SAUSSURE, F.; Cours de Linguistique Générale. Édition critique preparé par Tulio de Mauro. Paris: Payot, 1986.

_______. Curso de Lingüistica General. Trad. Alonso, A. Buenos Aires, 24ª Ed. Losada, 1945. Cours de Linguistique Générale. Charles Bally e Albert Sechehaye (orgs.), com a colaboração de Albert Riedlinger, 1916.

_______. Course in General Linguistics. Trad. de Wade Baskin. New York: 1ª Ed. McGraw-Hill Book Co, 1966. Cours de Linguistique Générale. Charles Bally e Albert Sechehaye (orgs.), com a colaboração de Albert Riedlinger, 1916.

SINÔNIMOS.COM.BR. Dicionário de sinônimos online. Disponível em: . Acesso em: 26 mar. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Caletroscópio - Revista do Programa de Pós-graduação em Letras: Estudos da Linguagem da Universidade Federal de Ouro Preto

ISSN (on-line): 2318-4574  - Qualis CAPES: B2


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional