A variação do fonema /R/ em coda silábica nas cidades de Patos de Minas, Uberlândia e Varginha

Leandra Batista Antunes, Renata Lena de Lourdes

Resumo


Este estudo investigou a realização fonética do /R/ em coda silábica (posição posvocálica) no falar das cidades de Patos de Minas, Uberlândia e Varginha. Partindo da hipótese de que em tais cidades se faz uso do retroflexo, segundo estudos anteriores, foi gravada a leitura de um texto e foi feita uma breve entrevista com falantes dessas cidades, verificando o uso do retroflexo ou de outras variedades fonéticas, a fim de descrever quais sons podem se realizar foneticamente na pronúncia do /R/ nessas cidades. Pelos dados analisados, observou-se a realização retroflexa do /R/ nas cidades de Uberlândia e Varginha, enquanto em Patos de Minas o uso mais frequente foi do som fricativo.


Palavras-chave


R/ em coda silábica; realização retroflexa; realização fricativa; falar do Sul de Minas; falar do Triângulo Mineiro.

Texto completo:

PDF

Referências


CAGLIARI, L. C. Análise fonológica: introdução à teoria e à prática com especial destaque para o modelo fonêmico. Campinas: Mercado de Letras, 2002.

CALLOU, D.; LEITE, Y. Iniciação a Fonética e Fonologia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1990.

CLARK, J.; YALLOP, C. An introduction to phonetics and phonology. 2. ed. Cambridge: Blackwell Publishers, 1995.

CRISTÓFARO-SILVA, T. Fonética e fonologia do português: roteiro de estudos e guia de exercícios. 7. ed. São Paulo: Contexto, 2011.

COUTO, H. H. do. O Falar Capelinhense: uma visão sociolinguística. Londrina: [s n], 1974. [mimeo]

GOLDSMITH, J. Autosegmental and metrical phonology. Oxford: Blackwell publishers, 1990. apud CRISTÓFARO-SILVA, T. Fonética e fonologia do português: roteiro de estudos e guia de exercícios. 7. ed. São Paulo: Contexto, 2011.

LADEFOGED, P.; MADDIESON, I. The Sounds of the World’s Languages. Oxford: Blackwell Publishers, 1996.

LAVER, J. Principles of Phonetics. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.

LOURDES, R. L. de. A produção do /R/ retroflexo no falar de Patos de Minas. Relatório de Iniciação Científica, sob orientação de Leandra Batista Antunes. Ouro Preto: UFOP, 2011. [manuscr.]

MARCHAL, A.; REIS, C. Produção da fala. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2012.

MARUSSO, A. Princípios básicos da teoria acústica de produção da fala. Revista de Estudos da Linguagem, Belo Horizonte, v. 13, n. 1, p. 19-43, jan/jun 2005.

MOLLICA, M. C.; BRAGA, M. L. (orgs.). Introdução à sociolinguística: o tratamento da variação. São Paulo: Contexto, 2007.

NASCENTES, A. O linguajar carioca. Rio de Janeiro: Simões, 1953.

SELKIRK, E. The syllable. In: HULST, H.; SMITH, V. D. The structure of phonological representations (part. II). Foris: Dordrecht, 1982.

TENANI, L. Domínios prosódicos e processos de reestruturação silábica. Estudos Linguísticos, São Paulo, v. 32, 2002. Disponível em: . Acesso em mar. 2012.

VIEIRA, M. N. Princípios da Produção e Análise de Voz. XV Escola de Inverno da UFMG. ICEX/UFMG: Departamento de Física, 2004. [mimeo]

ZÁGARI, M. R. L. et. al. Esboço de um Atlas Lingüístico de Minas Gerais. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 1977.

ZÁGARI, M. R. L. Os falares mineiros: esboço de um Atlas Lingüístico de Minas Gerais. In: AGUILERA, V. A geolingüística no Brasil: trilhas seguidas, caminhos a percorrer. Londrina: Ed. UEL, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Caletroscópio - Revista do Programa de Pós-graduação em Letras: Estudos da Linguagem da Universidade Federal de Ouro Preto

ISSN (on-line): 2318-4574  - Qualis CAPES: B2


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional